Pragas domésticas comuns e como controlá-los

O controle de pragas é o manejo de uma praga em particular, que age como parasita, causando danos à saúde ou financeiros a um estabelecimento e às pessoas que o compõem. Existem agências de controle de pragas, que empregam exterminadores, que são especialistas na tarefa de gestão e erradicação de pragas. Eles empregam diferentes técnicas dependendo da situação e asseguram que a vida em volta não seja afetada na tentativa de matar ou erradicar as pragas.

Existem diferentes tipos de pragas domésticas comuns: roedores, baratas, percevejos, cupins, formigas, carrapatos, moscas e mosquitos. É muito importante ter conhecimento adequado sobre as pragas e seu manejo antes de tentar erradicá-las.

A infestação de ratos, por exemplo, pode ser controlada por várias técnicas de controle de ratos, como armadilhas, venenos e rodenticidas, juntamente com saneamento e exclusão. A infestação de ratos deve ser controlada no momento em que é descoberta, pois os ratos são extremamente prejudiciais à saúde e à propriedade e podem acabar causando danos irreversíveis.

Baratas são outros tipos de pragas, que podem criar um incômodo, espalhando doenças e estragando alimentos, pois são capazes de transportar germes com eles. O controle de baratas pode ser feito através do uso de iscas de gel, ácido bórico em pó e inseticidas. Se a infestação é em pequena escala, os pesticidas podem funcionar. No entanto, se a infestação for muito grande, é melhor chamar os exterminadores para o controle da barata.

O controle de percevejos inclui aspiração, uso de inseticidas, descarte de móveis infestados, limpeza regular, etc. O tratamento da cupim pode ser de dois tipos: líquido e iscas. Percevejos e controle de cupins exigem uma inspeção detalhada e exame da infestação, por isso é melhor deixar isso para os profissionais. Os exterminadores não só fazem um tratamento completo, mas também fazem follow-ups para garantir que não haja pragas remanescentes nas proximidades.

Os mosquitos são muito irritantes e interferem na atividade diária e no entretenimento das pessoas. Eles também são responsáveis por causar algumas das doenças mais mortais, como malária, dengue, etc. O controle do mosquito pode ser iniciado com algumas das etapas básicas de higiene, como não armazenar água estagnada e não permitir drenos abertos ou lixo. O controle do mosquito envolve nebulização, pesticidas, repelentes,

Como as formigas vivem em colônias, o tratamento deve envolver matar toda a colônia e não apenas uma trilha. Seu tratamento incluirá selar as lacunas para impedir a entrada, uso de iscas de gel e inseticida não repelente.

Enquanto uma abordagem DIY pode parecer a mais fácil inicialmente, é melhor ter a ajuda de serviços profissionais para erradicar completamente os problemas de pragas.